Aqua beauty

by - 15:31


Quando pensamos no Algarve, somos invadidos por imagens com areais dourados, mar, noites animadas e ingleses. Mas o Algarve tem outras facetas… Tem também serra, arvoredo e outras águas para além da salgada. 





É verdade que temos que vencer umas curvas chatas até ao Parque Natural da Serra de Monchique, a “Sintra do Algarve”, mas vale muito a pena.


O meu destino é, especificamente, Caldas de Monchique, no topo do reino dos Algarves, onde o cenário de luz e sombra resulta de um namoro entre o sol e o arvoredo exuberante: pinheiros, medronheiros, castanheiros, com uns apontamentos de cor das acácias, camélias e rosas albardeiras, que perfumam o ar.




© monchiquetermas.com - para o conjunto das 3 fotos. 
A água da piscina é também termal.



As águas cantam por estes caminhos serranos mas outras me esperam no Spa: as termais. São águas curativas – bicarbonatadas, sódicas e ricas em flúor – que fazem bem por dentro e por fora, com a vantagem de não terem um cheiro ou sabor forte, ao contrário do que acontece em alguns balneários  do país.

O serviço básico do Spa dá acesso ao ginásio (que dispenso), sauna, banho turco e hidromassagem. Mas eu preciso de outra coisa! Ainda fico tentada a um Duche Vichy com massagem (recordem um desses duches a quatro mãos, nas Termas de Monfortinho, aqui) mas acabo por escolher uma massagem relaxante de 50 minutos, com óleos quentes.






O ambiente é tranquilo: velas, música suave, toalhas quentes e perfumadas. As minhas tentativas de manter a mente em branco saem frustradas (como é que chegamos a este estado, de não conseguirmos desligar???) pelo que invoco tudo o que me faz feliz: a gargalhada do meu filho, um abraço do meu marido, o bom humor da minha irmã, o último livro que me inspirou, a viagem que estou a preparar a Roma…

Acabou por ser uma hora out. No final, a terapeuta Ana Azevedo, dona de uns inverosímeis cabelos e sobrancelhas vermelhos, sussurra-me que terminou e me espera lá fora. O seu tom significa “leve o tempo que quiser”.





A fachada do edifício, o quarto onde fiquei e
a vista da minha janela.



Saio do balneário muito descontraída, mordiscando uma das maçãs que oferecem em vários pontos do complexo - porque são saudáveis e porque nos esquecemos de comer, com tantas coisas boas para fazer. 

A Villa Termal de Monchique tem várias opções de alojamento. Eu fico nos apartamentos D. Francisco, um edifício do século XIX recuperado, ideal para famílias.

As estrelas (****) revelam-se em pequenos detalhes como os sabonetes de azeite, o gel de banho com extractos estimulantes de salvia ou o shampoo com zimbro. Aproveito estes mimos num longo duche e desço para jantar, no Restaurante 1692. O serviço é esmerado, os funcionários atenciosos, os pratos bem apresentados.

Finda a lauta refeição, saio para a esplanada de ulmeiros, centenários, onde é noite de cinema. Na verdade, já assisti ao fime – Austrália, com a Nicole Kidman e o Hugh Jackman – mas ainda assim o enredo arranca-me uma lagrimita.





O cansaço da viagem, os mergulhos na piscina e a massagem deixaram-me sonolenta… tento disfarçar os longos bocejos mas acabo por me deitar cedo e dormir uma noite de uma assentada só, o que não me acontecia há algum tempo.

Acordo cedo e bem-disposta, saio a cantarolar para um pequeno-almoço de rainha (ai aquele crepe com doce de abóbora) e preparo-me para partir com pena, muita pena, de não ficar pelo menos uma semana.


Site das Termas de Monchique - www.monchiquetermas.com

You May Also Like

17 comentários

  1. Lindo post e deve ser lindo por lá! As águas termais relaxam. Lindo! beijos,chica

    ResponderEliminar
  2. Ruthia
    Que post delicioso, poético e cheio de encanto! Você transmitiu, realmente, o que sentiu nesse lugar. Há muito a visitar e descobrir quando retornar a Portugal.
    Beijos

    ResponderEliminar
  3. Que lugar maravilhoso!!!
    Imagino ter que deixar, voltar pra casa, pra toda aquela correria diária...
    Saber se "desligar" do mundo não é fácil, mas tbm não é impossível. Na próxima vez vc se esforça mais um pouquinho e consegue.

    Beijos
    Ótima semana!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não é fácil, Clara. Ainda mais porque eu estava na organização da viagem, com um grupo do trabalho, e tinha muito em que pensar... é uma vida de stress a da nossa geração.

      Eliminar
  4. Ruthia, que lugar maravilhoso!! Confesso que senti inveja branca, como dizem por aqui!!! Mas és merecedora de viver tão bela paisagem e do descanso e relaxamento que te foram ofertados!! bjs, desejando ótima quarta-feira!
    tititi da dri

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Aquela massagem foi como chuva em deserta, Dri. Estava mesmo a precisar... pena que durou pouco!
      Beijinho querida

      Eliminar
  5. Nunca fui lá.
    Mas, pelos vistos, vale mesmo a pena.
    Um beijo, querida amiga.

    ResponderEliminar
  6. kkk que delicia gente queria estar ai em cada foto dessa, lindosss demais parabéns!!!!

    ResponderEliminar
  7. Que lugar delicioso pra relaxar!Adorei tudo e viajei nessa paisagem linda!Bom demais e pra ficar bastante!...rss...bjs,

    ResponderEliminar
  8. OI RUTHIA!
    NOSSA!
    LUGAR LINDO, CONFESSO QUE SENTI INVEJA TAMBÉM, MAS A BRANCA TÁ?
    RSRSRSR
    ABRÇS http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que expressão curiosa que você e a Dri usaram. Em português de Portugal não usamos qualquer adjectivo para a inveja. Suponho que a inveja negra seja a pouco saudável, então?
      Gostei de a "ver" novamente por aqui :)

      Eliminar
  9. Nossa daria tudo pra passar uns dias ai amiga, que delícia de lugar!!!
    Água termal é tudo nessa vida rs, uso todos os dias :)
    Beijos Té
    bloglola.com.br

    Instagram: stephanieparizi

    ResponderEliminar
  10. CONVITE
    Passei por aqui lendo, e, em visita ao seu blog.
    Eu também tenho um, só que muito simples.
    Estou lhe convidando a visitar-me, e, se possível seguirmos juntos por eles, e, com eles. Sempre gostei de escrever, expor as minhas idéias e compartilhar com as pessoas, independente da classe Social, do Credo Religioso, da Opção Sexual, ou, da Etnia.
    Para mim, o que vai interessar é o nosso intercâmbio de idéias, e, de pensamentos.
    Estou lá, no meu Espaço Simplório, esperando por você.
    E, eu, já estou Seguindo o seu blog.
    Força, Paz, Amizade e Alegria
    Para você, um abraço do Brasil.
    www.josemariacosta.com

    ResponderEliminar
  11. Ah, que delícia de destino!!! Até eu fiquei revigorada só de ler e ver as imagens! Massagem, comigo, é que não: tentei uma vez e ri-me como uma perdida!
    Beijinhos ;)

    ResponderEliminar
  12. Que brava que fico comigo mesma por ter voltado de Portugal sem conhecer o Algarve!
    Belo post!

    ResponderEliminar
  13. Quero conhecer este lugar maravilhoso!
    Um excelente fim de semana!

    Bjussssssssss

    ResponderEliminar
  14. Monchique é uma bela surpresa, entrando aí foi como entrar no meu Minho, verdejante e fresco em águas e brisas! Uma delícia. Ainda eu não experimentei o SPA, que seria a cereja em cima do bolo!
    Beijos, Ruthia

    ResponderEliminar

«Viajar torna uma pessoa modesta – vê-se como é pequeno o lugar que ocupamos no mundo.» (Gustave Flaubert)

Obrigada por ler as minhas aventuras e ainda gastar um momento para comentar. A sua presença é muito importante para mim. Um abraço e até breve!