Despedida da ilha do arcanjo

É tempo de despedidas, que deixo a cargo da linda e polémica Natália Correia, autora do hino dos Açores, poeta micaelense que há pouco mais de 50 anos chocava o país com uma antologia erótico-satírica. Escolho contudo um poema incapaz de provocar qualquer escândalo literário, da obra O dilúvio e a pomba (1979), porque a ilha de São Miguel provoca nada mais que deslumbramento.


Eu vos direi da ilha que na dorna
do Arcanjo é eterna em chão escasso.
Fulva de gado ao dia. À noite, morna.
Embebida no verde. E o mar colaço.

Ilha do alumbramento em templo torna
a unção de contemplar. Um ténue traço
de garça entre água e céu. A paz se escorna
em lagoa e lavoura o tempo e em espaço.


Tanto silêncio confiado à luz!
Treme um nenúfar se um trilo tremeluz
Caiam o sol de azul os agapantos.


Na cevadeira a broa luminosa,
romeiros nos persignam com uma nova rosa
Suas rezas joeiram pombos santos!



Sem a inspiração de Natália, mas completamente nostálgica ao recordar os Açores, deixo-vos um pequeno vídeo da passagem pela ilha verde, com um agradecimento especial ao Bruno Antunes pela edição.


You May Also Like

24 comentários

  1. Poema lindo e vídeo assim também.
    Na certa despedir-se de um lugar lindo assim dá uma emoção estranha! beijos, fiquem bem,chica

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É uma emoção de nostalgia e saudade antecipada, misturada com vontade de regressar a casa e tratar as centenas de fotos, haha. Beijinho Chica

      Eliminar
  2. Lindo Poema, mas o que eu gostei mesmo foi do video.. Já comentei em outros posts sobre os açores, mas eu tenho cada vez mais vontade de conhecer esse pedacinho do paraíso em meio ao Oceano Atlantico

    ResponderEliminar
  3. Poema e vídeo mais que inspiradores! Minha vontade de conhecer os Açores só cresce a cada dia, ainda mais vendo essas imagens lindas! Um dia ainda realizo!

    ResponderEliminar
  4. Que post incrível!!! Morro de vontade de conhecer os Acores... Tomara que consiga ir logo...

    ResponderEliminar
  5. Belo poema e vídeo! Fico encantado com sua maneira de escrever! ;-)

    ResponderEliminar
  6. Lindo, lindo, lindo! O vídeo de fato ficou maravilhoso! As cenas estão encantadoras e o cenário é mesmo divino. Em alguns (poucos) momentos me lembro Rapa Nui. :) bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada querida. Foi um lugar que me marcou realmente. Beijinho

      Eliminar
  7. Tenho vontade de conhecer Açores. Certamente não enxergarei como os seus olhos, mas deve ser encantador, como tudo que vc escreve. Lindo demais!
    Ruthia, beijo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que essa avaliação é meio afectiva, Claríssima. Já nos segue há uns anos e tem acompanhado o crescimento do pequeno explorador. Viu no vídeo que ele partiu uma ponta do dente da frente?

      Eliminar
  8. Ótimo poema e vídeo! Cada despedida dá espaço a novos começos! Quero muito ir a Açores...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sem dúvida! Que tenhamos muitos recomeços e muitos novos destinos!

      Eliminar
  9. Que lugar é esse!!! Eu achava que conhecia os Açores, mas você me mostrou ou lugar do que eu imaginava. Quero pra amanhã!! Ótimo vídeo, parabéns e que viagem.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A sua reacção é a que pretendia. Empolgar os leitores por uma ilha maravilhosa.

      Eliminar
  10. Que vergonha... eu não conhecia nada sobre Açores !
    Obrigado, pelo ensinamento de hoje! =]

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Os lugares que conhecemos dependem, em alguma medida, de onde vivemos. Se o fizer sentir melhor, também conheço muito pouco do seu país.
      Abraço

      Eliminar
  11. Simplesmente viajei nesse post! Lindo poema, vídeo e música! Pura emoção para a despedida de um lugar que, certamente, vai ficar para sempre em suas memórias.É por isso que eu também amo viajar. Obrigada por compartilhar conosco esse momento tão lindo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se viajou connosco, o post cumpriu o objectivo ;)

      Eliminar
  12. Ahhh, deve ser mesmo difícil deixar essa linda Ilha!
    Não conhecia esse hino da ilha ainda, muito bonito!
    Dá para entender porque você fica nostálgica ao recordar Açores assistindo o vídeo... Realmente é linda demais essa Ilha!

    ResponderEliminar
  13. Que delícia de imagens! A vontade de me teletransportar foi grande... rs... De fato entendo todo o deslumbramento do belo poema! ❤️️

    ResponderEliminar
  14. Ruthia, cada dia eu fico mais apaixonada por Portugal lendo seus posts sobre lá (ou aí!). Açores sempre foi um desejo conhecer e vendo esse vídeo, me deu mais vontade ainda! Que lugar sensacional! Fui correndo mostrar pra minha mãe. Ela também amou!!!
    Beijão!

    ResponderEliminar
  15. adorei o poema e o video, quantas paisagens lindas em açores (e as vaquinhas simpáticas!)

    ResponderEliminar
  16. Adorei o poema e as imagens do video fazem a gente sonhar! Que lugar lindo!
    Adorei o post

    ResponderEliminar

«Viajar torna uma pessoa modesta – vê-se como é pequeno o lugar que ocupamos no mundo.» (Gustave Flaubert)

Obrigada por ler as minhas aventuras e ainda gastar um momento para comentar. A sua presença é muito importante para mim. Um abraço e até breve!