Um tubarão menina e outras estórias

O Zoomarine visto pelos olhos de uma criança de quatro anos é algo (verdadeiramente) maravilhoso



O menino está muito empolgado com este dia para “ver os golfinhos”. Em vez de andar, saltita ao lado da mamã, com os seus calções de banho coloridos e chapéu vermelho. Foi ampla e diligentemente barrado com protector solar e, por isso, tem um cheiro peculiar. Um cheiro a Verão!

A primeira emoção do dia é uma visita às focas, exibicionistas nos seus tanques. Na verdade são leões-marinhos, mas a mamã não sabe a diferença e o menino não quer perder tempo a explicar. Porque tem muito para ver. Ri-se, deliciado, com as acrobacias que fazem na água. Aquilo parece divertido!

O menino pede para ver o tubarão (disseram-lhe que existe ali um) mas o aquário ainda não abriu, pelo que seguem para o anfiteatro azul com uma grande piscina no meio. Enquanto esperam pelos tais golfinhos, um palhaço arranca-lhe mais gargalhadas. O Pedro é generoso com os seus aplausos



Uma suave melodia enche o ar para apresentar o mais recente mamífero do parque. A pequena cria é pouco mais do que uma sombra, emergindo a intervalos regulares para respirar, enquanto percorre a piscina ao lado da mãe. A plateia emite um oooooooohhhhh! emocionado, que o menino faz eco.

Depois chegam outros golfinhos (roazes), maiores e treinados, e dão saltos espectaculares, jogam à bola, acenam aos visitantes, simulam um salvamento, dão beijinhos aos tratadores… O menino levanta-se uma e outra vez, ao sabor da sua excitação, bate palmas e solta gritinhos de alegria e surpresa.

Mas o dia ainda agora começou. Um pouco adiante, outro cenário (uma ilha com um barco naufragado) para outra apresentação, onde os leões-marinhos são protagonistas. Eles dançam, contam segredos, bebem canecas de vinho, andam “de pé” e nadam maravilhosamente. 

O menino conhece de perto um dos actores, no final do espectáculo. Chama-se Juca e tem uma pele escorregadia. O menino jura que o Juca lhe piscou o olho! E não fala noutra coisa durante o almoço.





O sol está mais forte e o menino maravilha-se com a chuva que cai do céu, apesar do calor.  Pequenos aspersores aéreos lançam as gotículas de água, que dançam no ar e refrescam os visitantes. Estão a caminho do aquário para conhecerem o tubarão, que é tudo o que o menino imaginou: grande, cinzento, com dentes ferozes. Uma das tratadoras diz-lhe que o tubarão é uma fêmea, de seu nome Margarida.

- Uma menina!?
Com esta expressão, o Pedro transmite toda a sua incredulidade. Pouco importa que aquele animal aterrador carregue o nome de uma pequena flor. Mas ser uma menina!?

O menino faz tantas coisas pela primeira vez, neste “dia dos golfinhos”. Anda numa roda gigante, acaricia uma raia, ri-se das travessuras das araras, aplaude os basquetebolistas e os seus cestos aparatosos, aponta deliciado a cotovia que roubou a nota de 5 €uros a um senhor… Às novidades somam-se outras coisas habituais, mas não menos saborosas, como um mergulho na piscina, pipocas, um filme 3D (o menino desvia-se das maçãs que uns macacos marotos atiram na sua direcção).




O dia chega ao fim mas o menino transporta consigo pedaços de alegria do Zoomarine, para contar ao pai, que teve que trabalhar nesse dia, e à avó, à prima, à tia…. O que mais o marcou?

1: O tubarão era uma menina.
2: Tirei uma fotografia com o Juca.
3: Vi um golfinho bebé e era tão fofinho!





Site do parque aqui | Aberto entre 1 de Março e 3 de Novembro | Bilhete 1 dia: 29€ (a partir dos 11 anos), 21€ (crianças com mais de 1 metro e seniores (preços de 2018). | Dica: os bilhetes comprados online são mais baratos. 

Etiquetas: , , , , , , , , , , ,