A casa dos 3 violinos e outras curiosidades


Oh, cidade moderninha...

Terminamos hoje a série Praga, com alguns factos curiosos sobre esta cidade e as suas gentes. 

Uma característica dos praguenses, de resto já esperada, é que eles adoram cerveja (pivo). Os pubs e cervejarias multiplicam-se em cada esquina e existe até um roteiro turístico para se conhecer os melhores "chopes" da cidade. Esta espécie de culto resultou numa linha cosmética da Manufaktura, a conceituada marca checa de produtos artesanais, onde comprei uma máscara facial de cerveja. Veremos o resultado...



Linha de cerveja das lojas Manufaktura. Em breve experimento a máscara facial.


Os checos aguentam o álcool estoicamente, e não falo só de cerveja, mas também da artemísia absinthum, a bebida verde com aspecto radioactivo, carinhosamente chamada de "fada verde", capaz de mover um carro com o seu teor alcoólico. A bebida foi proibida no início do século, mas parece ter regressado em força.

Fiquei ainda mais boquiaberta quando descobri que misturam cannabis com a fadinha verde ou com vodka, o que deve ter um resultado explosivo... Também por lá vi chupa-chupas de cannabis, aparentemente importados da Holanda, disponíveis nas lojinhas de recordações!

Mas quero terminar esta série com uma idiossincrasia bonita, pelo que deixo outra curiosidade histórica: a das casas com nome. Antigamente, antes de se generalizar a numeração dos edifícios, estes tinham um símbolo gráfico que os identificava.






Imaginem enviar um postal para a "Casa dos 3 Violinos, Rua Nerudova, Malá Strana, Praga 01, República Checa". Não estou a inventar, ela existe mesmo e foi lar de uma família que fabricava violinos. Ainda hoje podemos apreciar vários exemplares - a Casa do urso acorrentado, da roda dourada, do cavalo azul, da águia com duas cabeças... - sobretudo na zona de Malá Strana.

Achei esta tradição encantadora e espero que preservem as fachadas. E, como não gosto de despedidas (e quem gosta?), deixemos um "até breve, Praga".







Etiquetas: , , , , , , , ,